terça-feira, novembro 16, 2010

E o torpedo foi pra pista

Depois de mais de um ano de trabalho o 207 foi pra pista nos 500km de Interlagos.






Pro mim a estoque poderia mudar e se tornar algo deste tipo um campeonato de marcas com monobloco modificado e motores de 2000 cilindradas.

9 comentários:

  1. Lindo demais. e aquele conversível vermelho?

    ResponderExcluir
  2. Ai já não seria mais Estoque Car da Rede Globo e da panelinha da Vicar.
    Seria um super campeonato brasileiro de marcas e pilotos, sem monopolio de motor e chassi. Venceria o melhor preparador, o melhor piloto e .... o maior orçamento.

    ResponderExcluir
  3. Entao Hiper a Vicar ta querendo fazer uma outra categoria pois ja descobriu que a estoque nao mais 2 anos.
    O vermelhinho foi um carro feito pra dar voltas com convidados na pista.

    ResponderExcluir
  4. Fabiani C Gargioni #2616 de novembro de 2010 11:00

    Que torpedo esse peugeot hein? E poderíamos ter aqui um campeonato nos moldes da TC2000 da Argentina que é considerado um dos campeonatos multimarcas mais disputados do mundo!!!

    ResponderExcluir
  5. TC 2000 seria é uma otima referencia pra Carlos Col e cia.

    ResponderExcluir
  6. Temos um Gol ger. III 2000 cm³ pronto aqui em GYN e tem um pessoal montando um Fusca Speed 2180 para brincar nos "Track Day", com o Peugeot 207 já seriam 3 carros em condições de recriar uma Div. 3 2000, no vácuo dos formula Vee criados pelo Mestre Joca e Zullino.

    ResponderExcluir
  7. Só como curiosidade, há um campeonato semelhante à antiga Div. 3 no Japão, e é uma das mais disputadas do continente asiático, a Super GT, com carros de rua modificados para corrida.
    O que é igual ao mod. de rua é só o entre-eixos e a altura do carro, se o motor quebrar, a troca é permitida se o motor for da mesma fabricante do carro, não há um tipo fixo de motor,podendo ser usados motores de quatro ou seis em linha até 6, 8, 10 ou 12 em V, o motor é o mesmo dos modelos de rua, mas com modificações bastante permissivas, porém limitadas, então não é raro ver um V8 fazendo um V12 comer poeira, por exemplo.
    Nos treinos de qualify e na corrida, os três primeiros recebem peso extra, evitando assim que uma determinada equipe fature quase tudo, e com isso, em toda temporada é comum vermos três, quatro duplas brigando pelo caneco e vermos a dupla campeã quatro ou cinco pontos à frente do vice por quatro ou mais temporadas seguidamente.
    São divididos em GT 300 e GT 500, na primeira, carros de 300 até 450 cv de força, e na GT 500, de 460 até 650 cv.
    Torço para que um dia eu possa ver um campeonato nos moldes da Super GT aqui.
    E quanto ao Peugeotzera, ficou a cara de um GT europeu ou japonês, simplesmente fera.

    ResponderExcluir